Política

Defesa de Temer relata mais uma acusação falsa

 

O ex-presidente, Temer, já havia sido acusado formalmente pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em dezembro, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito do inquérito dos Portos. Já nesta última semana, Temer virou réu por corrupção no caso do Decreto dos Portos, que teria favorecido empresas do setor portuário como a Rodrimar.

“Trata-se de mais uma acusação absurda, sem amparo na prova dos autos. Ao contrário: a Rodrimar, que teria sido beneficiada pelo Decreto dos Portos , não o foi! E isso, repita-se, está provado no inquérito”, afirma o defensor, Eduardo Carnelós, em nota.

“Infelizmente, ainda será necessário tempo para pôr fim aos danos causados a Temer pelas acusações infundadas que tiveram início numa negociata efetuada com confessos criminosos. Mas dia chegará em que a mentira não produzirá mais notícia, a não ser a de que ela foi desmascarada”, conclui o criminalista.

 

 

Fonte: Último Segundo

Anuncio BannerLateral

 

 

logo-2x

Logo Unimed Sobral

 infort