Política

Lava-Jato prende ex-chefe da Casa Civil de Sérgio Cabral, no Rio

 

 

Lava-Jato prende ex-chefe da Casa Civil de Sérgio Cabral, no Rio

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (23) a Operação C'est fini para prender o ex-secretário da Casa Civil do Rio Régis Fichtner e os empresários Georges Sadala e Maciste Granha de Mello Filho. O empresário Fernando Cavendish está sendo conduzido coercitivamente e Alexandre Accioly intimado a depor.

As investigações apontam fraudes no pagamento de precatórios no Rio. Fichtner era o coordenador do chamado Refis estadual, que vigorou entre 2010 e 2012, no qual o Estado concedia isenção na multa e desconto nos juros sobre impostos em atraso.

O pagamento poderia ser feito com depósito em dinheiro ou através de precatórios -título emitido pela Justiça quando o Estado é condenado a pagar certa quantia. A lógica do encontro de contas é simples: o governo abre mão da dívida e, ao mesmo tempo, quita o precatório.

Em 2014, a Folha de S.Paulo revelou que o comércio de precatórios do Rio se intensificou em razão do programa e movimentou mais de R$ 1,7 bilhão. Até indenizações a parentes de pessoas mortas pela polícia do Rio foram usadas para pagar, com desconto, dívidas de empresas com o Estado.

Anuncio BannerLateral

 

 

logo-2x

Logo Unimed Sobral

 infort